Quando pensamos em estratégias para aquele difícil jogo de videogame ou lemos aquela revista que adoramos, nosso cérebro coopera facilmente. Mas quando se trata de sentar e estudar, parece ser impossível manter o foco.

Para ajudar você a resolver isso, conversamos com especialistas e pedimos dicas para auxiliar seu cérebro a se concentrar. Porém, nem todas as dicas serão igualmente eficazes para todos, pois cada pessoa possui uma maneira diferente de funcionar. Então é preciso fazer alguns testes até descobrir quais dão certo para você.

Escrever à mão é melhor e mais benéfico do que digitar

Estudos têm mostrado que alunos que fazem isso aprendem mais do que quem apenas digita. “Você possui movimentos totalmente distintos para escrever cada letra a mão, mas isso não existe quando você está digitando”. Isso faz com que mais redes neurais sejam ativadas no processo da escrita”, diz o professor.

Como saber o que pôr no papel

Faça resumos e mapas mentais da matéria. Mas não fique copiando o livro todo. Para saber o que pôr no papel, faça de conta que você está organizando uma cola para uma prova, por ter pouco espaço e pouco tempo para consulta-la, você deve ser preciso, mas ao mesmo tempo abordar os pontos principais.

Estude a sós

Por mais prazeroso que seja estudar junto com os amigos, você acaba se distraindo com outras coisas e as dúvidas permanecem. O professor Pierluigi é um grande defensor da ideia de que só se aprende estudando sozinho. “Estudar em grupo é benéfico se você for a pessoa que esclarece a matéria para os outros”. “Quem ouve não aproveita”, aponta ele. Explicar a matéria para si mesmo é a dica mais eficaz para um bom estudo.

Utilize as aulas para compreender as matérias e tirar dúvidas

De acordo com o professor Pierluigi, um erro comum é fazer dois cursinhos para ter um maior numero de aulas – o que de fato vai fazer diferença no vestibular é o momento em que você estuda a sós, não o número de aulas que pegou. Mas isso não significa que pode matar ou dormir nas aulas, elas são fundamentais para compreender a matéria e tirar dúvidas.

Desligue seu celular ou qualquer aparelho eletrônico

Quando for estudar, nada de deixar o celular por perto avisando de cada notificação do Whatsapp. E nem caia na tentação de abrir o Instagram só por “dois minutos”. Esses dois minutos sempre se estendem e acabam com todo o seu foco. Separe um momento do seu dia só para as redes sociais e faça isso virar rotina para que se acostume a checá-las somente nesse tempo específico.

Um lugar organizado e silencioso é uma ótima forma para estudar

O restante da sua casa pode até ser uma desordem total, mas o lugar onde você estuda precisa estar sempre organizado e tranquilo. Ter muitas coisas espalhadas pode prejudicar o seu foco e há o risco de perder tempo procurando coisas que desapareceram na bagunça.

Estudar ouvindo música? Só em línguas que você não compreenda

É permitido estudar ouvindo música, pois há pessoas que precise dela para se concentrar. Mas evite ouvir músicas em idiomas que você compreenda, porque isso pode fazer com que você desvie sua atenção para a letra e esqueça a matéria.

Utilize marca-texto e canetas coloridas

imagem22-05-2018-17-05-53

Utilizar canetas coloridas e marca-texto para destacar os pontos principais é uma ótima maneira para manter o foco no que for importante, principalmente se você possui problemas mais sérios de déficit de atenção. Post-its também podem ser muito benéficos.

Respeite seu tempo

Se você é mais produtivo pela manhã, então estude as matérias mais complexas nesse período. Quando sentir que o foco não está acontecendo de maneira nenhuma, faça um pequeno intervalo e depois volte. Manter intervalos regulares é essencial – e a frequência vai depender de seu ritmo.

Tenha uma programação estruturada, mas seja flexível

Utilize uma agenda ou quadro branco para organizar suas metas e respeite-a! Mas faça planos realistas para que você não se desanime. Definir que você vai estudar durante oito horas por dia se você tem várias outras atividades, por exemplo, não é algo bom. E esteja aberto para mudanças, caso seja necessário.

Crie um pequeno hábito antes de estudar

Sempre que for mergulhar nos estudos, crie e respeite um hábito antes. Pode ser um alongamento, uma oração, deixar algum objeto sobre sua mesa, ou o que mais lhe convier. Com o passar do tempo, seu cérebro vai entender que é hora dos estudos e ficará mais fácil se concentrar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here